PolêmicaRapaz Argelino tem garganta cortada e seus assassinos escrevem “gay” na parede com seu sangue

AD Junior5 meses ago1343 min

Um homem argelino foi assassinado em sua casa e seus agressores cortaram sua garganta e escreveram “gay” na parede. Assil Belalta, 21, era um estudante de medicina no Faculte de Medicine d’Alger e, de acordo com sua conta no Facebook, ele se identificava como bissexual.

No entanto, depois de voltar para casa no domingo (10 de fevereiro), dos homens o seguiram e cortaram sua garganta antes de pegar as chaves do carro. Horrorosamente, os assassinos então escreveram “Ele é gay” na parede usando o próprio sangue de Belalta. Seu corpo foi encontrado por seus amigos que denunciaram o crime à polícia.

Em um post no Facebook sobre Alouen – um grupo ativista LGBT + baseado na Argélia – eles escreveram: “Crime homofóbico na cidade universitária de Ben Aknoun em Argel. “Esse ato vil e homofóbico ocorreu duas semanas após as declarações do presidente do Sindicato dos Magistrados da Argélia, Sr. Laudouni.

“[Ele] disse que associações de direitos humanos e ONGs que pedem a descriminalização da homossexualidade na Argélia e a luta contra a homofobia estão ‘atropelando os valores e fundamentos do povo argelino, que não tolera pessoas homossexuais’, e que os magistrados “enfrentarão qualquer um que queira estabelecer leis contra as especificidades do povo argelino”.

A Argélia é um país situado no norte da África e possui uma população de maioria mulçumana com traços árabes pois se situa no Megheb, região onde também fica o deserto do Saara.

Informou: Site Attitude e a Angência de Notícias Algerie24

AD Junior

Empresário, Jornalista Digital, Palestrante e YouTuber.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

No ar desde 2013, o portal começou como um pequeno blog, trás aos seus leitores conteúdos sobre o empoderamento, saúde, educação e ativismo. O primeiro portal LGBT negro do Brasil.  O objetivo é de construir uma ponte para que possamos criar um diálogo sobre a comunidade universo LGBT negro no brasil e no mundo sem estereotipar e cobrir todos prismas possíveis da luta LGBT.

Navegue por assunto

ADS

ListaGay, 2013 - 2019 © Todos os direitos reservados